headerTopBanner
headerTopBannerMobile
Buscar
Minha conta
Buscar

Equalizador para dupla textura

Produtos encontrados: 1 Resultado da Pesquisa por: em 31 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 1 Resultado da Pesquisa por: em 31 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Transição Capilar

Como você já deve saber se chegou até aqui, a transição capilar é uma das decisões mais importantes e bonitas da sua vida. Deixar de lado a química e assumir seus fios naturais é descobrir que, com um novo cabelo, nasce uma nova versão de você. Cachear é escolher ser você acima de qualquer moda ou padrão, por isso, saiba que cabelo bom é o que te faz feliz e que mostra toda a sua beleza e poder para o mundo.

 

Apesar de muitas mulheres escolherem passar pela transição nos últimos anos, os cabelos cacheados, ondulados e crespos não são uma moda, e sim um reflexo do empoderamento, liberdade e força feminina que vêm crescendo diariamente. Cachos perfeitos e com muito volume não são para qualquer uma. São para mulheres corajosas, destemidas e cheias de atitude que usam seus cabelos como moldura para a arte de ser mulher.

 

Não é apenas uma rima, transição é transformação. É mudança que vêm de dentro para fora e faz com que, ao se aceitar, você aceite também seu cabelo natural. O desejo de iniciar uma transição capilar pode surgir por diversos motivos. Pode ser desde a vontade de repaginar o visual até uma forma de representar as mudanças internas que ocorrem ao longo da vida. Não importa qual seja seu motivo, o importante é que você escolheu ser você e essa é sempre a melhor escolha.

 

Nem tudo são flores e, como tudo na vida, a transição têm suas dificuldades. Ao pausar as químicas alisantes, seu cabelo entrará numa fase conflituosa com diferentes texturas e dificuldades para ser definido. Algumas mulheres decidem começar a transição com tudo, optando pelo corajoso big chop, corte total das partes com química. Um corte diferente e uma mega mudança não são nada mal, não é? Mas, fique calma! Essa não precisa ser a sua escolha. Está tudo bem optar por uma transição gradual para ir retirando a química aos poucos. Cachear é uma mudança muito gostosa que deve ser aproveitada. Vá se despedindo da química e conte com a gente para dar dicas de como passar pela transição capilar  de uma forma mais fácil e rápida.

 

É como nós já te dissemos. Apesar de ser uma escolha incrível, a transição é como qualquer processo de mudança: envolve cuidados frequentes, mudança de rotina, dramas processuais e uma longa jornada. Mas, você sabe que vale a pena. Ao assumir os cachos, você deve lembrar que, junto a toda beleza que eles têm, vem também uma nova fase de cuidados. Diferente dos fios lisos em consequência dos processos alisantes, os cabelos cacheados precisam de uma rotina específica de para manter sua beleza. Você irá aprender sobre o seu tipo específico de cabelo, sobre como finalizar seus cachos e até  sobre como conseguir definição e volume que agora não são mais inimigos, mas sim seus melhores amigos. Seja bem-vinda ao universo das cacheadas!

 

Começaremos te deixando por dentro de um vocabulário próprio utilizado por todas as cacheadas, crespas e onduladas!

 

Tipos de cabelo:

Apesar das cacheadas amarem todos os tipos de cachos, a primeira fase é entender que nem todos os cachos são iguais. Para todos os tipos de cabelo é possível utilizar um sistema de medidas que leva em conta a ondulação e espessura dos fios, assim, é possível diferenciar os tipos de cachos e de cabelos em geral. 2A, 2B, 2C, 3A, 3B, 3C, 4A, 4B, 4C. Esses são os tipos de cacho que existem. Sendo  2A o cabelo levemente ondulado com cachos bem largos e aberto e o 4C o cabelo crespo, com cachos bem estreitos e fechados.

 

Day After:

Day After nada mais é do que o dia seguinte ao que você lava o cabelo, porque, ao assumir seus cachos, você precisará lavá-los com menos frequência que nos cabelos lisos. Por quê? Bom, é simples: o cabelo possui um mecanismo de auto-hidratação, liberando um óleo no couro cabeludo que é responsável por dar brilho e maciez aos fios, além de protegê-los. Por serem linhas retas, os fios lisos distribuem com mais facilidade o sebo natural, que percorre todos os fios. Como os cachos formam espirais, o óleo tem mais dificuldade de percorrer todo o comprimento, demorando para deixar o cabelo com aparência oleosa. Se prepare para ter muito Day After!

 

Difusor:  

Outra adaptação que as cacheadas devem fazer é abolir para sempre o secador com bico, dando espaço para o difusor.  O difusor é um acessório de plástico que você coloca no seu secador que ajuda a definir e a secar os cachos, sem desfazê-los. O difusor faz com que o ar quente circule no aparelho antes de ser liberado, secando o cabelo de forma homogênea. Como essa ponta de secador pode ser levada até a raiz, você consegue secar os cachos com mais definição, impedindo que eles se desfaçam pelo calor. Apesar de distribuir o calor de forma uniforme, lembre-se que o difusos não dispensa o uso de protetor térmico, afinal, altas temperaturas são sempre negativas para os fios.

 

Técnicas de lavagem:

No e Low Poo ficaram famosas nos últimos anos como técnicas menos agressivas para os fios, principalmente para os cacheados. Isso porque muitas marcas de produtos para cabelo apostam em compostos extremamente agressivos que dão uma falsa sensação de limpeza e hidratação aos fios.

 

Técnica Low Poo:

“Low Poo” pode ser traduzido como “pouco shampoo”. Essa técnica realiza uma mudança mais sutil, em relação ao No Poo. Isso porque ainda é liberado o uso de silicones insolúveis e de shampoos sem sulfato, podendo intercalar com co-wash. Para o Low Poo são proibidos petrolatos  e sulfatos, ingredientes agressivos aos cabelos.

 

Técnica No Poo:

Diferente do “Low Poo” essa técnica proíbe o uso de qualquer tipo de shampoo para lavagem. No No Poo existem duas formas de lavar o cabelo: utilizar receitas caseiras para limpeza dos fios ou optar por produtos higienizadores que não contém sulfato, parafina, óleo mineral ou qualquer tipo de silicone insolúvel.

 

Co-Wash:

O co-wash nada mais é que lavar os cabelos somente com condicionador. Apesar de parecer estranho, o condicionador também possui agentes emolientes capazes de remover as impurezas e promover a limpeza dos fios. Como você ficou sabendo, os cabelos cacheados tem suas particularidades, sendo uma delas a dificuldade que o hidratante natural produzido pelo couro cabelo tem para percorrer os fios. Por isso, se você optar por usar shampoo todos os dias ou com muita frequência, seu cabelo irá ressecar e ficar frágil. Os cabelos cacheados podem ser lavados somente com condicionador, assim não ficarão com cheiros ruins, tampouco oleosos e sujos.

 

Texturização:

A texturização envolve diversos métodos para cachear e modelar os fios, também conhecidos como finalizações. Essa técnica pode ser usada também para mudar o formato dos cachos, deixando mais fechados ou mais abertos. Alguns exemplos: fitagem (dividir o cabelo em fitas, utilizando os dedos como um pente para aplicar cremes ou leave-In nos cabelos), twist (entrelaçar duas mechas do cabelo da raiz até as pontas) e Dedoliss (passar um pouco de creme nas mechas e enrolar no dedo o cabelo por alguns segundos e tirar cuidadosamente).Cada cabelo se adapta de forma diferente aos métodos de finalização, por isso, vá intercalando as texturizações até escolher a melhor para seus fios.

 

Agora que você já foi apresentada a alguns conceitos super importantes para as cacheadas, conheça o cronograma capilar. Ajudando você a suprir todas as necessidades dos seus fios de forma organizada, o cronograma será seu melhor amigo nessa jornada em busca de cachos definidos, com volume e super hidratados.


Você já conhece seu tipo de cabelo, sabe como funciona a transição e recebeu nossas boas-vindas. O que está esperando para seguir para os próximos passos rumo ao cabelos dos sonhos?