Buscar

Embelleze - Paixão pela Transformação de Vidas

Minha conta
Fullbanner Captain Johnny

Diz a lenda...

Captain Johnny foi um corsário que navegou pela costa em um período entre o século XVI e XVII. Captain Johnny fez história pelos mares do Brasil, e se tornou uma lenda, graças a dois grandes fatores: o primeiro deles lhe deu a alcunha de Robin Hood do Atlântico. Eram comuns os galeões espanhóis que subtraiam as riquezas na América, principalmente no México, e depois na atual América Central. A rota de fuga desses galeões por vezes passava pela costa do Brasil e era aí que Captain Johnny entrava em ação. Pilhava as embarcações e depois de saquear tudo, transportava todo o fruto do seu "trabalho", para a cidade portuária mais próxima e entregava tudo aos moradores. O outro fator de destaque da personalidade de CJ era sua vaidade. Apesar de todas as intempéries, "o capitão" conseguia a todo custo manter uma lustrosa e viva barba.


Uma hora a sorte de Captain Jonnhy começou a virar. Um dia os mares não andavam felizes, após roubar toda a carga de ouro e algumas garrafas de rum de um galeão espanhol, o barco de CJ se chocou contra as pedras de uma pequena ilha. De toda a tripulação poucos conseguiram sobreviver, entre eles o nosso herói. Com o tempo, todos da tripulação morreram, restando apenas CJ. Em pouco tempo Captain Johnny já conseguia se manter na ilha, afinal para um corsário, caça e pesca não eram mistérios. Mesmo as frustradas tentativas de escapar da ilha não o incomodavam, a única coisa que vinha chateando Captain johnny era o estado de sua barba. Mesmo sem espelho para se olhar, Captain Johnny podia sentir na ponta dos seus dedos e no reflexo turvo na água, que sua barba já não era a mesma. Até que um dia, enquanto contemplava o nascer do sol, CJ teve uma ideia: ele tentaria produzir algo que pudesse deixar sua barba do jeito que ela sempre foi. E assim o fez, primeiro buscou entre os destroços do navio algo que pudesse ser usado em sua fórmula, dizem que por ali não conseguiu muita coisa, somente algumas garrafas de rum que foram devidamente apreciadas e usadas como recipiente para guardar a sua invenção. Depois buscou em toda ilha mais "ingredientes" que pudessem ajudá-lo. Alguns dizem que usou muitos óleos, outros dizem que até mesmo rum havia sido usado. Bem, o que se sabe na verdade, é que muitos anos depois, um esqueleto foi encontrado em uma caverna, ao seu lado uma garrafa contendo um líquido misterioso e em seu rosto uma lustrosa e viva barba... o resto é história.

 

@embelleze

Descubra a paixão pela vida

Siga-nos